Caminhões da Otan cruzam o Paquistão pela 1a vez no ano

CHAMAN, PAQUISTÃO - Dois caminhões com suprimentos da Otan entraram nesta quinta-feira, 5, no Afeganistão. Segundo autoridades alfandegárias, eles partiram do Paquistão, após mais de sete meses de proibição paquistanesa à passagem desses veículos pelas estradas.

Reuters

05 de julho de 2012 | 09h10

Isso foi possível graças a um acordo anunciado nesta semana entre Paquistão e EUA, encerrando um impasse que havia sido iniciado pela morte de 24 soldados paquistaneses num bombardeio aéreo norte-americano em novembro.

"Recebemos ordens ontem para permitir que os caminhões de abastecimento da Otan passem, mas as autoridades de segurança não haviam recebido suas instruções", disse o agente alfandegário Imran Raza, no posto de controle de Chaman. "Eles receberam suas ordens hoje, e agora os dois caminhões já cruzaram a fronteira com o Afeganistão."

Por exigência de Islamabad, a secretária norte-americana de Estado, Hillary Clinton, disse na terça-feira à sua colega paquistanesa, Hina Rabbani Khar, que os EUA lamentavam o incidente de novembro.

O Paquistão, por sua vez, abriu mão de aumentar o pedágio cobrado dos caminhões.

Devido ao bloqueio paquistanês, a Otan estava precisando buscar rotas alternativas para abastecer suas tropas, o que aumentava o tempo de deslocamento em até duas vezes e meia.

(Reportagem de Saeed Achakzai)

Tudo o que sabemos sobre:
AFEGANISTAOPAQUISTAOOTAN*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.