Carro-bomba deixa 22 mortos e 30 feridos no Iraque

Homem acionou detonadores na entrada de uma companhia de gás na cidade de Biji

EFE

25 de dezembro de 2007 | 09h32

Pelo menos 22 pessoas morreram e outras 30 ficaram feridas na explosão de um carro-bomba dirigido por um suicida na cidade de Biji, no norte do Iraque.     Biji fica ao norte de Tikrit, capital da província de Salah ad-Din. O local é reduto de muita atividade dos grupos insurgentes ligados à organização terrorista Al-Qaeda.   O suicida detonou os explosivos carregados no carro na entrada de um centro de distribuição de bujões de gás no bairro de Nift, logo após ser barrado pela polícia. A explosão também destruiu lojas do local.   As Forças de Segurança iraquianas cercaram o ponto do acidente. Segundo a polícia, a maioria dos mortos eram civis, e pelo menos três eram crianças. Autoridades impuseram toque de recolher na cidade.   Em 14 de setembro, outro grande atentado em Biji deixou 11 mortos e oito feridos pela explosão de um caminhão-bomba, também dirigido por um suicida.

Tudo o que sabemos sobre:
IRAQUEVIOLÊNCIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.