Carro-bomba explode e deixa 8 mortos e 32 feridos em Bagdá

Alvo do atentando ainda é desconhecido; veículo estava estacionado e explosivos foram acionados à distância

Efe,

28 de dezembro de 2007 | 10h38

Pelo menos oito pessoas morreram e outras 32 ficaram feridas na explosão de um carro-bomba na praça Tayaran, centro de Bagdá, informaram à Agência Efe fontes policiais.   Ainda não se sabe qual era o alvo do atentado, que ocorreu em pleno centro da capital, numa região de grande atividade comercial às sextas-feiras.   O veículo estava estacionado e os explosivos foram acionados à distância.   A explosão deixou muitos danos materiais em casas e comércios da região. Já as vítimas foram enviadas para o hospital.   O governo iraquiano proibiu em fevereiro o tráfego de veículos entre 11h e 16 h, para evitar atentados contra mesquitas e lugares de oração. No entanto, devido à melhora da situação no país, as medidas de segurança diminuíram nas últimas semanas.

Tudo o que sabemos sobre:
Bagdácarro-bomba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.