Carro-bomba explode perto de café e mata 11 no Iraque

Um carro-bomba explodiu perto de um café no nordeste do Iraque nesta segunda-feira, matando 11 pessoas e ferindo 23, disse a polícia, no momento em que o país é assolado pela pior onda de violência nos últimos cinco anos.

Reuters

09 de dezembro de 2013 | 09h49

A explosão ocorreu em Buhriz, 60 quilômetros a nordeste de Bagdá, próximo ao café popular entre membros da milícia muçulmana sunita Sahwa, apoiada pelo governo.

A força da explosão arremessou Ahmed Saied da cadeira em uma loja próxima, ferindo sua perna.

"Abri os olhos minutos depois e a poeira cobria o lugar. Muitos carros queimaram e havia estilhaços por todo lado", disse ele à Reuters por telefone. "Enquanto a polícia me retirava, vi muitas pessoas mortas e feridas no local."

Nenhum grupo assumiu a responsabilidade pelo ataque na província de Diyala, mas insurgentes sunitas ligados à Al Qaeda têm frequentemente atacado membro da Sahwa este ano.

A Sahwa, apoiada por tropas dos EUA, ajudou a derrotar a Al Qaeda no auge do conflito sectário no Iraque entre 2006 e 2007.

Insurgentes ligados à Al Qaeda tem recuperado terreno desde a saída das Forças Armadas dos Estados Unidos em 2011 e a intensificação da guerra civil na vizinha Síria, onde a maior parte dos militantes sunitas está envolvida no combate.

O governo xiita de Bagdá culpa a Al Qaeda pelo aumento da violência, que já matou mais 8 mil pessoas este ano, segundo a Organização das Nações Unidas.

(Reportagem de repórter da Reuters em Baquba)

Tudo o que sabemos sobre:
IRAQUEBOMBAMORTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.