Carro-bomba mata 13 e fere 33 no Iraque, dizem fontes

Um carro-bomba explodiu nesta quinta-feira numa concessionária de veículos em Muqdadiya, no nordeste do Iraque, deixando pelo menos 13 mortos e 33 feridos, segundo fontes de segurança.

REUTERS

17 de fevereiro de 2011 | 17h01

O carro-bomba foi deixado no local por um homem que disse que voltaria logo, e explodiu cerca de 30 minutos depois, segundo a polícia. Cerca de 30 outros veículos pegaram fogo.

"A polícia e o Exército estão na área," disse um policial. "Como recebemos a informação de que há outro ataque esperado por um homem-bomba num carro, impusemos um veto a todos os carros."

Todas as entradas da cidade foram fechadas, disse a fonte.

A violência no Iraque diminuiu sensivelmente em relação ao auge da violência sectária em 2006/07, mas o país ainda enfrenta incidentes quase diários por causa da insurgência islâmica.

A província de Diyala, onde fica Muqdadiya, tem uma população étnica e religiosamente mista, e registrou alguns dos mais violentos episódios da guerra iniciada em 2003.

(Reportagem da Reuters Television)

Tudo o que sabemos sobre:
IRAQUEBOMBA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.