Carro-bomba mata ao menos 18 pessoas em bairro xiita de Bagdá

Um suicida detonou um carro-bomba contra um posto de controle na entrada do bairro xiita de Kadhimiya, em Bagdá, matando ao menos 18 pessoas e ferindo outras 51, disseram um oficial da polícia e uma autoridade médica.

REUTERS

14 de outubro de 2014 | 12h31

A explosão ocorreu no fim da tarde, quando os carros se alinhavam para entrar no bairro rico, onde fica um dos mais sagrados santuários do islã xiita. Entre os mortos estavam cinco policiais.

Em um incidente separado, uma bomba explodiu em uma movimentada rua do bairro de al-Qahira, no norte de Bagdá, matando três pessoas que passavam perto, disseram autoridades médicas e policiais.

Al-Qahira é um bairro misto e não ficou claro qual seria o alvo do ataque.

O ataque em Kadhimiya marcou o terceiro dia seguido de atentados a bomba contra esse e outros bairros de maioria xiita da capital iraquiana e arredores. As explosões mataram pelo menos 77 pessoas desde domingo.

O Estado Islâmico, grupo sunita mulçumano conservador radical, assumiu a responsabilidade pela maioria dos ataques contra bairros xiitas desde domingo, em uma tentativa de disseminar o terror em Bagdá.

O grupo tomou o controle de grandes faixas de território no norte e oeste do Iraque e pretende estabelecer um Império Islâmico ao longo dos territórios desses dois países.

(Reportagem de Ahmed Rasheed)

Tudo o que sabemos sobre:
IRAQUEBOMBAMORTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.