Carro-bomba mata pelo menos 9 no norte do Iraque

Um carro-bomba explodiu em um complexo residencial de muçulmanos xiitas nesta segunda-feira, na cidade iraquiana de Mosul, causando a morte de pelo menos nove pessoas e ferimentos em cinco, disseram fontes da polícia e de um hospital.

REUTERS

16 de janeiro de 2012 | 13h52

O atentado foi o mais recente de uma série de ataques contra alvos xiitas desde a irrupção de uma crise política há um mês, a qual ameaça a frágil coalizão de governo depois da retirada das tropas norte-americanas do Iraque, completada em dezembro.

A explosão ocorreu em um vilarejo da minoria xiita Shabak e deixou uma cratera de quatro metros, além de espalhar os corpos pelas imediações.

Um outro carro-bomba foi encontrado no local, segundo a polícia, que interditou a área por várias horas para desativar os explosivos.

Mosul, situada 390 quilômetros ao norte do Iraque, era um reduto da rede Al Qaeda e foi palco de algumas das batalhas mais ferozes durante a guerra que se seguiu à invasão do país, em 2003, liderada pelos Estados Unidos.

(Por Jamal al-Badrani)

Tudo o que sabemos sobre:
IRAQUEBOMBAMOSUL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.