Carro explode próximo a embaixada do Irã em Bagdá; 4 mortos

Segundo polícia, sunitas atacam vilas xiitas no norte do país e matam 29; entre os mortos, há 4 mulheres

Associated Press,

17 Julho 2007 | 06h12

Um carro explodiu nesta terça-feira, 17, próximo a embaixada iraniana em Bagdá, matando quatro civis, informa a polícia. Oficiais afirmam que várias vilas xiitas foram atacadas por extremistas sunitas.   A explosão ocorreu no fim da manhã a poucos metros ao norte da Zona Verde. Uma imensa nuvem preta pode ser vista em toda a cidade. Três civis também foram feridos.   Na província de Diyala, no norte do país, o coronel Ragheb Radhi al-Omairi disse que 29 membros de uma tribo xiita foram mortos quando dezenas de supostos atiradores sunitas invadiram a vila próximo a Muqdadiyah, 90 quilômetros ao nordeste de Bagdá. Quatro mulheres estão entre os mortos.   Ainda nesta terça-feira, os corpos de dois guardas de segurança foram encontrados no oeste de Bagdá, na vizinhança de Mansour, dois dias depois deles serem levados do local de trabalho. Eles eram funcionários de uma empresa de telefonia celular.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.