Carros-bomba deixam 6 mortos em várias regiões de Bagdá

Cinco carros-bomba explodiram neste domingo em Bagdá e seus arredores, causando a morte de seis pessoas e deixando 29 feridos, disseram fontes de segurança, em uma série de atentados aparentemente coordenados durante um importante ritual xiita.

REUTERS

23 de janeiro de 2011 | 10h23

Quatro veículos explodiram na capital iraquiana. No distrito de maioria xiita Kadhimiya, em Bagdá, um carro-bomba explodiu perto de um ônibus que transportava fiéis, provocando a morte de uma pessoa e deixando sete feridos, segundo fontes da polícia e do Ministério do Interior.

Outros carros-bomba foram detonados perto de um hotel no centro de Bagdá e de duas patrulhas policiais no distrito de Ilaam (sul) e em al-Mesbah (região central de Bagdá), mantando três pessoas, incluindo um policial, afirmaram as fontes.

Outro ataque com carro-bomba causou a morte de duas pessoas e deixou quatro feridos em Taji, cerca de 20 quilômetros ao norte de Bagdá, disse uma autoridade do ministério.

O escritório do governo que coordena a segurança na capital disse em comunicado que os atentados tinham como principal alvo os peregrinos xiitas que realizavam viagem à cidade sagrada de Kerbala para o ritual de Arbain.

De acordo com comunicado lido para a Reuters, dois membros das forças de segurança foram mortos e cinco ficaram feridos nos ataques em Bagdá.

(Reportagem de Aseel Kami)

Tudo o que sabemos sobre:
IRAQUEBOMBASBAGDA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.