Carter, ex-presidente dos EUA, deve reunir-se com líder do Hamas

Jimmy Carter, ex-presidente dos EstadosUnidos, pretende reunir-se com Khaled Meshaal, um dos líderesdo Hamas, na próxima semana na Síria, apesar dos esforçosrealizados pelo governo norte-americano para isolar o grupopalestino, afirmou a rede de TV Al Jazeera. O encontro deverá ser na capital síria, Damasco, no dia 18de abril. Também podem participar Kofi Annan,ex-secretário-geral da Organização das Nações Unidas, e oex-presidente sul-africano Nelson Mandela. "Importantes autoridades do Hamas confirmaram a reunião comCarter, mas não quiseram falar sobre isso diante das câmerasdevido a questões políticas e de segurança", disse o canalárabe de TV, na quinta-feira. O governo dos EUA considera o Hamas um grupo terrorista eaderiu aos esforços de Israel para isolá-lo. O grupo militante assumiu o controle da Faixa de Gaza emjunho, fazendo com que apenas a Cisjordânia ocupada ficasse sobo domínio da Autoridade Palestina, liderada atualmente pelafacção Fatah. O governo palestino acabou tentando dissolver o governoliderado pelo Hamas, eleito em janeiro de 2006. Carter, 83 anos, foi presidente dos EUA entre 1977 e 1981.Após deixar o cargo, fundou o Centro Carter em Atlanta parapromover a paz mundial, a saúde, a democracia e os direitoshumanos. Em 2002, o ex-dirigente recebeu o Prêmio Nobel da Paz. (Por Firouz Sedarat)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.