Casa Branca diz que Irã deve suspender testes com mísseis

Uso ampliado de mísseis balísticos viola as resoluções da ONU, diz; para Washington, testes são 'provocativos'

Reuters,

10 de julho de 2008 | 14h06

A Casa Branca afirmou nesta quinta-feira, 10, não ter confirmação sobre a nova série de testes com mísseis realizados pelo Irã, mas fez um apelo ao país para suspender as operações. "O uso ampliado de mísseis balísticos representa uma violação a resoluções do Conselho de Segurança da ONU", disse o porta-voz da Casa Branca Tony Fratto.  Veja também:Foto de testes iranianos tem míssil incluído digitalmenteIrã ignora pressão e volta a testar mísseisMarcos Guterman e Roberto Godoy comentam o teste  Shahab-3 é ameaça para Israel  Entenda a crise nuclear com o Irã "Nós queremos que parem com o enriquecimento de urânio e nós gostaríamos que eles suspendessem esses teste provocativos", continuou. Fratto afirmou ainda que a Casa Branca tomou conhecimento sobre as informações de que o Irã teria testado mísseis nesta quinta-feira pelo segundo dia seguido, mas declarou que não poderia confirmá-las.

Tudo o que sabemos sobre:
IrãEUAprograma nuclear

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.