Cem estudantes são hospitalizados no Afeganistão após refeição

Autoridades do Afeganistão estão investigando se os 100 estudantes que foram hospitalizados no sábado foram envenenados, disse a polícia, um dia depois que cinco agentes de ajuda humanitária sequestrados pelo Talibã, foram encontrados mortos.

REUTERS

11 de abril de 2015 | 10h39

Os meninos, com idades entre 10 e 14 anos, passaram mal depois de terem comido feijão oferecido por um vendedor do lado de fora da escola, que lhes disse que a refeição os ajudaria a passar nas suas provas, na cidade de Herat, de acordo com Abdul Jabar Rozi, chefe de polícia de Herat.

O vendedor foi preso mais tarde no sábado e uma investigação foi iniciada para verificar se a comida foi deliberadamente contaminada, disse ele.

"Inimigos podem estar por trás disso", acrescentou Rozi.

Insurgentes talibãs já envenenaram policiais e soldados do exército afegão, como parte de sua luta para derrubar o governo apoiado pelos EUA, mas relatos periódicos de ataques com veneno em escolas provaram ser, em sua maioria, resultado de intoxicação alimentar acidental ou histeria em massa.

Tudo o que sabemos sobre:
AFEGANISTAOESTUDANTESHOSPITALIZADOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.