Chanceler iraniano tenta aproximação com governo sírio

Manouchehr Mottaki chega a Damasco para coordenar apoio para fazer frente à pressão do Ocidente

DAMASCO,

29 de outubro de 2007 | 10h22

O ministro de Exteriores iraniano, Manouchehr Mottaki, iniciou nesta segunda-feira, 29, um visita a Damasco para enviar uma mensagem ao presidente sírio, Bashar al-Assad, a fim de estreitar a colaboração entre os dois países frente à crescente pressão internacional. Fontes sírias informaram que o ministro iraniano entregará uma carta a Assad, em nome do presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, sobre formas de coordenação para fazer frente à pressão do Ocidente. Mottaki lidera uma delegação iraniana que se reunirá com responsáveis políticos sírios durante esta visita de um dia, na qual também serão discutidos a situação na região e assuntos bilaterais. Entre os temas que estão na agenda do ministro iraniano está a tensa situação entre a Turquia e o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) na fronteira turco-iraquiana e a eleição presidencial libanesa. Esta viagem de Mottaki à Síria ocorre antes da reunião de 2 de novembro, em Istambul, dos países vizinhos do Iraque para falar sobre segurança.

Tudo o que sabemos sobre:
SíriaIrã

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.