Chefe da AIEA não está 'muito otimista' sobre reunião com Irã

O chefe da agência nuclear da ONU disse nesta quarta-feira que não está confiante de que haverá avanço com o Irã sobre as atividades nucleares da República Islâmica quando as negociações sobre o tema forem retomadas no final desta semana.

Reuters

22 de agosto de 2012 | 14h38

A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) se reúne com autoridades iranianas na sexta-feira, mais de dois meses depois de as conversas anteriores terminarem em fracasso, e deve tentar convencer o Irã a abordar questões sobre sua suposta pesquisa de armas nucleares.

"A razão por que eu não posso ser muito otimista é... temos feito nossos melhores esforços em um espírito construtivo para elaborar um acordo entre o Irã e a AIEA, mas até agora não fomos bem sucedidos em chegar a um acordo", disse Yukiya Amano, diretor-geral da AIEA, a repórteres durante uma visita a Helsinque.

"Eu não tenho nenhuma indicação de que isso vai mudar muito em breve."

O Irã nega as acusações de que deseja desenvolver a tecnologia de armas nucleares. Mas a sua recusa para limitar a atividade e ser mais transparente sobre seu programa nuclear levou a sanções cada vez mais duras e provocou novas especulações de que Israel, arqui-inimigo de Teerã, poderia bombardear instalações nucleares iranianas.

(Reportagem de Ritsuko Ando)

Tudo o que sabemos sobre:
IRAAIEACHEFE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.