Chefe da ONU viajará ao Oriente Médio para tentar acabar com combates

O secretário-geral da Organização das Nações Unidos (ONU), Ban Ki-moon, viajará ao Oriente Médio no sábado numa tentativa de colocar fim ao combate entre Israel e palestinos, alarmado com a escalada das ações que inclui uma ofensiva por terra de forças israelenses, disse uma autoridade da organização.

REUTERS

18 Julho 2014 | 17h23

Israel intensificou sua ofensiva terrestre em Gaza com artilharia e tanques nesta sexta-feira e alertou que pode "ampliar significativamente" a operação.

"Israel tem preocupações legítimas de segurança, e nós condenamos os foguetes indiscriminados de Gaza contra Israel que acabaram com o cessar-fogo temporário de ontem. Mas nós estamos alarmados pela resposta pesada de Israel", disse o chefe de relações políticas da ONU, Jeffrey Feltman em reunião emergencial do Conselho de Segurança da ONU.

A ONU condenou os lançamentos de foguetes de Gaza contra Israel que encerraram uma trégua humanitária de cinco horas, mas a entidade está "alarmada com a resposta pesada de Israel", disse Feltman ao Conselho de Segurança da entidade, nesta sexta-feira.

Segundo palestinos, os ataques israelenses deixaram muitos civis mortos.

Mais conteúdo sobre:
ORMED ONU CONDENA RESPOSTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.