Chefe da Otan diz que aliança vai defender a Turquia contra Síria

A Otan irá defender o país aliado Turquia, que revidou a um ataque de morteiro lançado pela Síria, afirmou o secretário-geral da aliança, Anders Fogh Rasmussen, em uma reunião em Praga na segunda-feira.

Reuters

12 de novembro de 2012 | 09h23

"A Otan, como uma organização, irá fazer o que for preciso para proteger e defender a Turquia, nosso aliado. Nós temos mais planos em andamento para garantir que possamos proteger e defender a Turquia e esperamos desta forma também evitar que ataques contra a Turquia ocorram", afirmou.

Rasmussen também elogiou um acordo feito durante o fim de semana por grupos de oposição sírios para colocarem suas diferenças de lado e formarem uma nova coalizão.

(Reportagem de Jan Lopatka)

Tudo o que sabemos sobre:
SIRIAOTANAJUDATURQUIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.