Chefe de segurança palestino deixa o cargo após fracasso em Gaza

O chefe de segurança palestino, Mohammad Dahlan, renunciou nesta quinta-feira, seis semanas depois que suas forças foram derrotadas por integrantes do Hamas na Faixa de Gaza, informaram duas importantes autoridades à Reuters. Dahlan, 46, alegou razões médicas para deixar o cargo, disse uma importante autoridade em seu gabinete. O presidente palestino, Mahmoud Abbas, aceitou a renúncia, segundo outra fonte. Ele foi duramente criticado dentro da facção secular Fatah, ligada a Abbas, pelo fracasso de suas forças de segurança em evitar a tomada do controle da Faixa de Gaza pelo Hamas. Durante os combates em Gaza, em que mais de 100 pessoas foram mortas, Dahlan estava fora da região devido a uma cirurgia nos dois joelhos realizada na Alemanha. Em entrevista à Reuters em junho, Dahlan reconheceu erros e disse que indivíduos, incluindo ele próprio, deveriam assumir a responsabilidade por seus fracassos. No mês passado, outra importante autoridade de segurança, Rashid Abu Shbak, foi demitida por Abbas. (Por Wafa Amr)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.