Cheney diz à Turquia que EUA apóiam combate ao PKK no Iraque

O vice-presidente dos Estados Unidos,Dick Cheney, disse na segunda-feira ao governo da Turquia queWashington apóia a sua luta contra rebeldes curdos no norte doIraque, mas quer garantias de que isso não agravará as tensõespolíticas no Iraque, segundo uma importante fonte do governonorte-americano, que pediu anonimato. Cheney também discutiu o papel da Turquia como parte daforça da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) noAfeganistão, mas não recebeu compromisso firme de que o governoturco vá enviar mais tropas ou ampliar o apoio, segundo essafonte. Os EUA buscam o entendimento entre dois aliados seus,Iraque e Turquia, que vivem uma fase de tensão devido àsincursões da Turquia contra a guerrilha curda PKK no norte doIraque. "Os Estados Unidos certamente vêm apoiando a Turquianaquela luta contra o PKK", disse a fonte que acompanha Cheney."Trabalhamos duro com os turcos e também com os iraquianos paratentar entender como tratar o problema do PKK da forma maisprodutiva possível." Isso significa ajudar Turquia e Iraque na luta contra oPKK, mas com atenção à delicada situação política e desegurança do Iraque. Cheney iniciou sua viagem de nove dias pelo Oriente Médiocom uma passagem pelo Iraque, o que incluiu uma escala nacidade de Arbil, onde o vice-presidente se encontrou com olíder curdo Masoud Barzani. (Reportagem adicional de Selcuk Gokoluk e Zerin Elci, emAncara)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.