Cheney faz visita surpresa ao Afeganistão

O vice-presidente norte-americano, DickCheney, fez uma visita surpresa ao Afeganistão na quinta-feirae se reuniu com o presidente afegão, Hamid Karzai, num momentoem que os Estados Unidos pedem a seus aliados da Otan queajudem na estabilização do país com mais tropas e apoio. A missão da Otan no Afeganistão é um dos desafios maisduros já enfrentados pela aliança de 59 anos e geroudivergências públicas entre os membros na área estratégica esobre o número de tropas. Um eventual aumento no número de soldados da Otan noAfeganistão será uma questão central de uma reunião daOrganização do Tratado do Atlântico Norte no início de abril. "Vamos querer uma declaração bastante enfática sobre ocompromisso de longo prazo da Otan com um Afeganistãobem-sucedido", disse a repórteres uma importante autoridadenorte-americana que viaja com Cheney. A estratégia, segundo essa autoridade, é "ajudar oAfeganistão a superar sua muito difícil história e se tornar umbem-sucedido membro da comunidade internacional, que possa sesustentar daqui para a frente". O presidente George W. Bush e Cheney, que faz uma viagem aoOriente Médio iniciada no Iraque, devem se reunir com Karzaiantes do encontro da Otan "para discutir o progresso de umAfeganistão democrático, assim como o trabalho que virá pelafrente, principalmente no sul (do país)", disse a porta-voz deCheney, Lea Anne McBride, a jornalistas. REUTERS ES

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.