China e Rússia não vão participar de visita nuclear, diz Irã

O representante iraniano na Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) disse na sexta-feira que os embaixadores de China e Rússia não participarão de uma visita aos locais nucleares do Irã.

REUTERS

14 de janeiro de 2011 | 16h46

"Eles não vão... as decisões são respeitadas", disse à Reuters Ali Asghar Soltanieh.

Ele afirmou que sete embaixadores credenciados à agência nuclear da Organização das Nações Unidas (ONU) participarão da viagem de 15 a 16 de janeiro, incluindo Egito, Venezuela, Cuba e Síria.

O Irã alega que seu programa de enriquecimento de urânio tem fins exclusivamente pacíficos. Porém, pelas suspeitas do Ocidente, suas polêmicas atividades podem ser destinadas à fabricação de bombas nucleares.

(Reportagem de Fredrik Dahl)

Tudo o que sabemos sobre:
IRANUCLEARVISITA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.