Comboio da ONU aguarda sinal verde para entregar comida em Homs, na Síria

A Organização das Nações Unidas (ONU) está pronta para entregar comida na cidade velha de Homs, na Síria, para alimentar 2.500 pessoas por um mês, assim que receber luz verde de todas as partes, disse uma porta-voz do Programa Mundial de Alimentos nesta terça-feira.

Reuters

28 de janeiro de 2014 | 08h09

O centro da ONU em Homs está preparando um comboio de ajuda humanitária de várias agências com comida e outros suprimentos para a população sitiada na cidade sob controle de rebeldes, que está isolada há cerca de um ano, disse a porta-voz em resposta a um questionamento.

"Uma vez que todas as partes no terreno permitam que o comboio interagências possa prosseguir, o PMA vai entregar 500 rações familiares e 500 sacos de farinha de trigo para a cidade velha, o suficiente para 2.500 pessoas durante um mês", disse a porta-voz do PMA, Elisabeth Byrs, à Reuters.

O vice-chanceler sírio, Faysal Mekdad, disse no domingo que cerca de 2.500 pessoas estão na cidade velha de Homs e que as forças do governo vão deixar mulheres e crianças saírem de lá.

O mediador internacional Lakhdar Brahimi disse na segunda-feira que o governo sírio e a oposição ainda estavam discutindo como mulheres e crianças poderiam deixar a cidade velha de Homs, onde há pessoas passando fome, segundo a ONU. Não houve qualquer decisão sobre a entrada de um comboio de ajuda.

(Reportagem de Stephanie Nebehay)

Tudo o que sabemos sobre:
SIRIAAJUDACOMIDAHOMS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.