Confronto deixa quatro mortos na Líbia e kadafistas dominam cidade

TRÍPOLI - Partidários do ex-líder líbio Muamar Kadafi e uma milícia leal ao novo governo entraram em confronto na cidade de Bani Walid, por volta de 200 quilômetros ao sudeste de Trípoli, afirmou um residente local nesta segunda-feira, 23.

REUTERS

23 de janeiro de 2012 | 15h45

O morador, que não quis se identificar, disse que quatro pessoas foram mortas e 20 ficaram feridas no embate. Ele afirmou que ambos os lados estavam usando armas pesadas, inclusive armas anti-tanques.

A violência foi iniciada quando membros da milícia leal ao Conselho Nacional de Transição (CNT) da Líbia, o governo interino do país, prendeu algumas pessoas leais Kadafi, que sugeriam a outros apoiadores do ex-líder a pegar em armas, disse o residente.

Bani Walid, base da poderosa tribo de Warfallah, era um dos pontos fortes de apoio ao ditador durante os nove meses de guerra civil que resultaram na deposição e morte do ex-líder. Rebeldes anti-regime lutaram por meses para tomar a cidade.

Líderes da tribo local concordaram eventualmente em permitir a entrada de soldados do Conselho Nacional de Transição na cidade, mas as relações estão conturbadas desde então e houve ocasional intensificação de casos de violência.

Tudo o que sabemos sobre:
LIBIACONFRONTOMORTE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.