Confronto entre governistas e opositores mata três no Líbano

Pelo menos quatro pessoas foram feridas na onda de violência que atingiu o leste do país na madrugada

Agência Estado e Associated Press,

17 de junho de 2008 | 12h02

Funcionários de segurança libaneses informaram que confrontos entre forças contra e pró-governo deixaram três pessoas mortas no leste do país. Quatro outras ficaram feridas durante os incidentes, ocorridos entre a noite de segunda e a madrugada desta terça-feira, 17.   Segundo os funcionários, a violência, que envolveu metralhadoras e foguetes, ocorreu nos povoados de Taalabaya e Saadnayel, no leste do Líbano. A situação se acalmou na manhã de terça-feira, com o envio de reforços do Exército. As fontes falaram sob condição de anonimato.   O incidente é o pior desde um acordo entre as facções rivais libanesas no mês passado, no Qatar. A negociação encerrou uma crise política que já durava um ano e meio. O pacto foi firmado após confrontos sectários entre partidários da oposição liderada pelo Hezbollah e pessoas leais ao governo terem deixado 81 mortos.

Mais conteúdo sobre:
Líbano

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.