Confronto entre soldados e rebeldes turcos causa 9 mortes

Membros do Partido dos Trabalhadores do Curdistão exigem a criação de um Estado curdo no país

Efe

11 de abril de 2009 | 13h33

Dois soldados turcos e sete guerrilheiros curdos morreram em confronto durante uma operação militar no sudeste da Turquia, de acordo com informações do Exército.

 

Os choques entre as tropas e militantes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) ocorreram na noite de sexta-feira na província de Sirnak, próxima da fronteira com o Iraque.

 

Um soldado também ficou ferido no confronto.

 

O Exército disse que as operações militares continuavam na região, onde os enfrentamentos foram retomados este ano depois de ofensivas em larga escala contra bases dos guerrilheiros no norte do Iraque em 2008

 

Mais de 40 mil pessoas morreram no conflito desde que o PKK tomou as armas contra o Estado Turco em 1984, com a finalidade de criar uma pátria curda no sudeste do país.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.