Confrontos entre militantes e forças de segurança matam 15 no Iraque

Pelo menos 15 pessoas morreram em confrontos entre forças de segurança iraquianas e militantes nesta quarta-feira em Sulaiman Pek, no norte do Iraque, disse o prefeito de uma cidade vizinha.

Reuters

24 de abril de 2013 | 12h30

Quatro helicópteros do Exército estavam bombardeando o centro de Sulaiman Pek, que fica 160 quilômetros ao norte da capital Bagdá, na tentativa de expulsar atiradores da cidade, disseram testemunhas à Reuters por telefone.

"Os confrontos entre forças de segurança iraquianas e militantes começaram na noite passada", disse o prefeito de Tuz Khurmato, Shalal Abed, por telefone desde Sulaiman Pek. Ele afirmou que os dois lados ainda estavam se enfrentando.

Dez militantes e cinco soldados estavam entre os mortos, acrescentou.

Milhares de sunitas têm feito manifestações semanais desde dezembro para protestar contra o que veem como uma marginalização de sua etnia pelo governo do primeiro-ministro xiita, Nuri al-Maliki, e forças de seguranças, a quem acusam de alvejá-los injustamente.

A incursão das forças do governo em um acampamento de protesto sunita em Hawija, na terça-feira, provocou confrontos violentos e temores de mais violência no país.

(Reportagem de Suadad al-Salhy)

Tudo o que sabemos sobre:
IRAQUECONFRONTOSMORTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.