Conselho de Segurança da ONU pede fim da violência em Gaza

O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) pediu no domingo o fim imediato de toda a violência em Gaza após o número de mortos nos ataques à região passar de 270. "Os membros do Conselho de Segurança expressaram séria preocupação com a escalada da situação em Gaza e pediram a imediata interrupção de toda a violência", mostrou um comunicado lido pelo presidente do conselho, Neven Jurica. "Os membros pediram às partes que parem imediatamente com todas as atividades militares." Diplomatas disseram que a reunião do Conselho de Segurança foi requisitada pela Líbia, o único país árabe no grupo. O comunicado, acertado após quatro horas de discussões a portas fechadas, pediu que as partes enfrentem "as sérias necessidades humanitárias e econômicas em Gaza". Também instou as partes a tomar as medidas necessárias, incluindo a abertura de fronteiras, para garantir que a população de Gaza esteja abastecida com comida, combustível e tratamento médico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.