Cruz Vermelha calcula que 1,5 milhão de sírios precisam de ajuda

ONG diz que números são mais exatos que os da ONU pois tem acesso 'a todo o território'

Efe,

08 de junho de 2012 | 12h46

GENEBRA - O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) anunciou nesta sexta-feira que 1,5 milhão de civis necessitam de ajuda humanitária na Síria.

"Segundo nossas estimativas, o número de sírios que precisam de ajuda é de 1,5 milhão de pessoas, um número que segue aumentando dia após dia", afirmou em entrevista coletiva o porta-voz do CICV, Hicham Hassan, ao apresentar um balanço que difere em 500 mil pessoas dos dados da ONU.

Além disso, o porta-voz afirmou que sua organização tem acesso "a todo o território" sem muitas limitações, o que não acontece com a missão da ONU na Síria, cujos observadores foram impedidos na quinta-feira de entrar na cidade de Houla, onde na véspera ocorreu um massacre.

Tudo o que sabemos sobre:
SíriaCruz Vermelha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.