Demora para formar governo é 'fiasco lamentável', diz clérigo do Iraque

A inabilidade do Parlamento iraquiano para chegar a um acordo sobre a formação de um novo governo em sua primeira sessão foi um "fracasso lamentável", disse o mais poderoso clérigo xiita, o grão-aiatolá Ali al-Sistani, em um sermão proferido por um assessor nesta sexta-feira.

REUTERS

04 de julho de 2014 | 08h34

"Na última terça-feira se realizou a primeira sessão do Parlamento. Havia entre as pessoas o otimismo de que seria um bom começo para essa assembleia em seu compromisso com os textos legais e constitucionais", disse o assessor Ahmed al-Safi, no sermão.

"Mas o que aconteceu depois, o fato de não ter sido eleito o presidente do Parlamento e seus adjuntos antes do término da sessão, foi um fracasso lamentável."

Sistani também reiterou seu chamado para que o novo governo tenha "ampla aceitação nacional".

(Reportagem de Isra al-Rubei'i e Raheem Salman)

Tudo o que sabemos sobre:
IRAQUECLERIGOGOVERNO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.