Diálogo para reconciliação palestina é adiado até agosto

É esperada a participação de representantes de todas as facções palestinas, e não apenas do Hamas e do Fatah

Efe

19 de julho de 2009 | 13h16

O dirigente do movimento nacionalista Azzam al-Ahmad informou aos jornalistas que a última rodada das conversas entre o partido e os islâmicos do Hamas, prevista para 25 de julho, com mediação egípcia no Cairo, foi suspensa e só acontecerá entre 25 e 28 de agosto, disseram fontes oficiais do Fatah neste domingo, 19.

 

Ahmad disse que o encontro foi adiado porque representantes de ambos os grupos não conseguiram chegar a um acordo nas reuniões dos comitês realizadas este fim de semana. "O diálogo está estagnado nos entraves e não obtivemos resultados", afirmou.

 

Fontes palestinas revelaram que o principal empecilho para um acordo teria sido as detenções mútuas de seguidores da facção rival que tanto o Fatah como o Hamas efetuam em seus respectivos territórios, Cisjordânia e Gaza.

 

Segundo Ahmad, no encontro do próximo mês, é esperada a participação de representantes de todas as facções palestinas, e não apenas do Hamas e do Fatah.

 

Os movimentos permanecem enfrentados desde que o Hamas tomou à força o controle da Faixa de Gaza, em junho de 2007, após ter vencido as eleições legislativas anteriores.

 

No início do ano, o Egito conseguiu que os dois grupos se sentassem para negociar a criação de um Governo de união nacional e a organização das eleições legislativas e presidenciais de 2010.

Tudo o que sabemos sobre:
HamasCairodiálogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.