Diplomatas da UE chegam a acordo para embargo a petróleo do Irã

Diplomatas da UE chegam a acordo para embargo a petróleo do Irã

Adoção plena das medidas deve ocorrer a partir do dia primeiro de julho

REUTERS

23 de janeiro de 2012 | 07h17

BRUXELAS - Diplomatas da União Europeia concordaram nesta segunda-feira, 23, em impor um embargo às importações de petróleo do Irã, mas decidiram adiar para 1o. de julho a implementação plena das medidas, disse um embaixador europeu.

 

Veja também:

linkVeja as sanções já aplicadas contra o Irã

link ESPECIAL: Relembre outros ataques contra o Irã

link ESPECIAL: O programa nuclear do Irã

O acordo foi o passo final antes da reunião dos ministros de Relações Exteriores da UE que formalizará a aprovação ao embargo. Os 27 chanceleres do bloco se reunirão em Bruxelas, nesta segunda-feira.

Pelo acordo, os governos da UE estarão impedidos de firmar novos contatos com o Irã a partir do momento em que o embargo entrar em vigor - provavelmente ainda nesta semana -, mas poderão cumprir os atuais contratos até 1o de julho.

Tudo o que sabemos sobre:
Irã NuclearIRAUESANCOES

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.