Diretor adjunto da AIEA inicia visita de 2 dias ao Irã

Visita ocorre em um momento de grande tensão devido ao enriquecimento de urânio do governo iraniano

Efe,

07 de agosto de 2008 | 05h50

O diretor adjunto da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Olli Heinonen, chegou nesta quinta-feira, 7, a Teerã para realizar uma visita de dois dias. Ele vai se reunir com as autoridades locais, segundo a agência oficial iraniana Irna. A chegada de Heinonen ocorre em um momento de grande tensão entre o Irã e a comunidade internacional devido às suspeitas levantadas no Ocidente sobre o programa de enriquecimento de urânio de Teerã. Em sua estadia no Irã, Heinonen se reunirá com o vice-presidente da organização iraniana de energia atômica, Mohammad Saeedi, e com o representante permanente do Irã na AIEA, Ali Ashgar Soltaniyeh, segundo a Irna. De acordo com a agência de notícias, que não cita fontes, as reuniões que terão a participação de Heinonen fazem parte "do processo de cooperação bilateral entre Irã e AIEA". Em sua última visita a Teerã, Heinonen pediu às autoridades iranianas informação sobre supostos estudos de processamento de urânio, experimentos com explosivos de baixa potência - usados para provocar reação em cadeia - e supostos esboços de mísseis.

Tudo o que sabemos sobre:
IrãAIEAprograma nuclear

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.