Dois líderes da Al-Qaeda são capturados em Diyala

Comandantes não identificados são presos pela polícia iraquiana com apoio das tropas da coalizão

Efe,

06 de outubro de 2007 | 14h29

Dois líderes do braço iraquiano da rede terrorista Al-Qaeda foram capturados neste sábado, 6, por tropas americanas em uma área da província de Diyala, ao nordeste de Bagdá, informou a agência independente iraquiana Aswat Al Iraq. Os dois chefes extremistas foram detidos na zona de Balad Ruz, 45 quilômetros ao sudeste de Baquba, capital de Diyala, em uma operação militar, disse o coronel Fares Radi al-Amiri, diretor da polícia local. A captura foi feita pela polícia iraquiana com o apoio das tropas da coalizão, lideradas pelos Estados Unidos, indicou a fonte, que não identificou os líderes. Além disso, Amiri disse que aviões americanos bombardearam neste sábado redutos da rede Al-Qaeda em aldeias localizadas ao sul de Balad Ruz, e não se sabe até o momento se o ataque deixou vítimas. O Exército americano não divulgou nenhum comunicado sobre o incidente. Diyala, na fronteira com o Irã, se transformou durante este ano no principal reduto da organização radical sunita Estado Islâmico do Iraque, aliança de oito grupos armados liderados pela Al-Qaeda. O grupo foi anunciado em outubro do ano anterior, com uma suposta autoridade sobre as províncias e zonas de maioria árabe sunita. O aumento das atividades da Al-Qaeda em Diyala durante o ano impulsionou as autoridades a lançar em julho passado uma ampla campanha de segurança, com a participação de cerca de 16 mil militares americanos e iraquianos.

Tudo o que sabemos sobre:
Al-Qaeda

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.