Dois soldados e 14 insurgentes morrem no Afeganistão

Mortes ocorrem em operação militar e ataque registrados nas últimas 24 horas, dizem fontes oficiais

EFE,

23 de janeiro de 2010 | 14h02

Pelo menos 14 supostos insurgentes e dois soldados da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) morreram em uma operação militar e um ataque registrados nas últimas 24 horas no sul do Afeganistão, informaram neste sábado, 23, fontes oficiais.

 

O porta-voz do governador da província afegã de Helmand, Dawoud Ahmadi, disse à Agência Efe que uma força conjunta das tropas afegãs e da Otan lançou uma ofensiva na sexta à noite contra um refúgio dos insurgentes no distrito de Nad Ali.

 

Ahmadi acrescentou que a operação não deixou vítimas entre os efetivos da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf), sob comando da Otan, nem entre o Exército afegão.

 

Em comunicado, a Aliança Atlântica informou que dois soldados americanos enquadrados na Isaf morreram hoje por causa da explosão de uma bomba de fabricação caseira no sul do país, sem dar mais detalhes.

 

A insurgência talibã, que tem seus redutos mais significativos no terço meridional do Afeganistão, ataca com frequência tanto as tropas afegãs quanto as internacionais.

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoOTANataques

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.