Duplo atentado suicida mata pelo menos 35 no Iraque

Ataque aconteceu em um centro de recrutamento do Exército em Baquba; um dos militantes usava traje civil

BBC

15 de julho de 2008 | 09h54

Pelo menos 35 pessoas morreram e mais de 50 ficaram feridas em dois atentados a bomba suicidas. O ataque aconteceu em um centro de recrutamento do Exército em Baquba, 60 km ao norte da capital do Iraque, Bagdá.   A polícia afirma que dois militantes usando coletes com explosivos se misturaram à multidão de candidatos a militares e acionaram os detonadores simultaneamente, causando as mortes.   Segundo as agências de notícias, um dos militantes trajava um uniforme militar iraquiano e o outro vestia roupas civis. Ainda de acordo com as agências, insurgentes sunitas vem empregando há muito a tática de atacar centros de recrutamento.   Apesar do risco, um grande número de jovens iraquianos continua se dirigindo a estes centros pois o Exército é uma das poucas fontes de emprego em várias áreas do Iraque.   Baquba é a principal cidade na província de Diyala, que continua sendo um centro de atividade insurgente apesar da redução da violência a nível nacional observada desde 2007.   A província é um dos principais focos do aumento de tropas americanas iniciado també em 2007 e que termina neste mês. O número de soldados dos Estados Unidos deverá retornar a níveis anteriores à operação, totalizando cerca de 140 mil.  

Tudo o que sabemos sobre:
Iraqueatentado suicidaataque suicida

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.