Egípcios e palestinos trocam tiros na fronteira

Forças egípcias trocaramtiros na segunda-feira com palestinos armados na fronteira daFaixa de Gaza. Fontes hospitalares disseram que um civil morreuno incidente. Dois militares egípcios e quatro atiradores palestinosficaram feridos no incidente, ocorrido um dia depois de ogoverno do Egito determinar o fechamento da fronteira, quehavia sido violada. Usando explosivos, militantes do grupo islâmico Hamas, quegoverna a Faixa de Gaza, abriram um buraco na cercafronteiriça, no último dia 23. O Egito permitiu que ospalestinos usassem a brecha para entrar em seu território efazer compras, burlando assim o embargo israelense à região. No domingo, porém, as forças egípcias usaram arame farpadoe barricadas metálicas para fechar a única aberturaremanescente no lado egípcio da fronteira de Rafah, cidade queocupa ambos os lados da fronteira. As autoridades egípcias disseram que os egípcios em viagema Gaza e os palestinos que haviam entrado no Egito poderiamvoltar para suas casas. O confronto começou depois que agentes egípcios pararam ofluxo de pessoas que tentavam voltar, e a multidão respondeuatirando pedras. Os egípcios então usaram bombas de fumaça, elogo em seguida houve tiros, segundo moradores da área. "Vi cerca de 20 membros das forças egípcias de segurançasofrendo com a inalação de fumaça ou com ferimentos de pedrasatiradas pelos palestinos, [mas] o tiroteio já acabou", disseuma testemunha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.