Em mais um dia violento, 14 pessoas morrem no Iraque

Segundo fontes policias, um bombardeio aéreo americano matou cinco crianças e deixou outras cinco feridas

26 de agosto de 2007 | 17h56

Pelo menos 14 pessoas morreram neste domingo, 26,  - sete em um bombardeio dos Estados Unidos - e outras 13 ficaram feridas no Iraque no mesmo dia em que a Polícia iraquiana encontrou 21 corpos nas ruas de Bagdá. Segundo fontes policiais, um bombardeio aéreo americano lançado neste domingo contra uma casa na cidade de Samarra, 125 quilômetros ao norte de Bagdá, matou cinco crianças e duas mulheres e deixou outras cinco pessoas feridas. Um helicóptero dos EUA bombardeou uma residência em um bairro da zona norte de Samarra às 17h (11h de Brasília). A casa ficou completamente destruída. O comando militar americano não confirmou nem desmentiu a informação. De acordo com o relato policial, das cinco pessoas que ficaram feridas, duas estão em estado grave. Também neste domingo, tropas iraquianas mataram cinco supostos rebeldes em Mossul, 400 quilômetros ao norte de Bagdá, informaram militares iraquianos. De acordo com as fontes, quatro dos insurgentes foram mortos em confrontos com forças iraquianas no bairro de Thawra, zona oeste de Mossul. Além disso, tropas iraquianas mataram um rebelde que pretendia realizar um ataque suicida com um caminhão carregado de explosivos, na área de Al Mizaq, zona sul da mesma cidade. Em um atentado cometido contra peregrinos xiitas que se dirigiam para a cidade de Karbala, uma mulher morreu e outras seis pessoas ficaram feridas, informou a agência iraquiana de notícias "Aswat Al Iraq". O ataque foi perpetrado por um grupo armado na área de Al-Saydiya, no sul da capital iraquiana. Após a ação, as forças de segurança intensificaram sua presença na região e iniciaram uma operação de busca dos agressores. Testemunhas afirmaram que os autores do ataque atiraram contra os peregrinos a partir dos terraços de algumas casas, acrescentou a agência. Na localidade de Mahmudiyah, 20 quilômetros ao sul de Bagdá, uma criança morreu e duas pessoas ficaram feridas em um bombardeio.  

Tudo o que sabemos sobre:
Iraqueferidosmortos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.