Em visita surpresa, Bush chega ao Iraque

A caminho da Austrália, presidente americano faz escala com comitiva no Oriente Médio

Agências internacionais,

03 de setembro de 2007 | 08h52

No feriado do dia do trabalho nos EUA, o presidente George W. Bush chegou nesta segunda-feira, 3, ao Iraque em uma visita surpresa. Sua viagem inesperada deve contribuir para melhorar a imagem da atuação do Exército americano frente à opinião pública sobre estabilização da segurança no país.   O presidente viajou secretamente por 11 horas até o Oriente Médio acompanhado da secretária de Estado americano, Condoleezza Rice, do secretário de Defesa Robert Gates e do conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca, Steven Hadley.   Bush deve se encontrar com o com o primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki, com o comandante das tropas no Iraque,  David Petraeus, e o embaixador dos EUA em Bagdá, Ryan Crocker, além de jantar com as tropas americanas no país.   A visita ocorre em um momento no qual democratas e republicanos preparam-se para avaliar no Congresso os efeitos do envio de 30.000 soldados adicionais ao Iraque, ordenado por Bush em janeiro, e em meio à pressão para que os EUA retirem suas tropas do país árabe.   A viagem serve de cenário para a apresentação do relatório que avaliará o progresso do conflito. Na próxima semana, comandante das tropas no Iraque e o embaixador americano em Bagdá devem apresentar o documento sobre a situação da segurança do país e determinar o próximo capítulo da guerra.   O presidente americano fez a escala no Iraque quando seguia rumo à Austrália, onde deverá participar de uma reunião de cúpula econômica entre líderes de países da bacia do Oceano Pacífico. A parada foi mantida em segredo por questões de segurança.   A visita é a terceira que o líder americano realiza ao Iraque, após novembro de 2003 e junho de 2006, desde o início da invasão ao país árabe, em março de 2003.

Tudo o que sabemos sobre:
IraqueBush

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.