Embaixador sírio que desertou diz que se juntou à revolução

O embaixador sírio para o Iraque, Nawaf al-Fares, disse nesta quarta-feira que desertou e se juntou à revolução contra o presidente da Síria, Bashar al-Assad, se tornando o primeiro diplomata de alto escalão a deixar o cada vez mais isolado governo.

Reuters

11 de julho de 2012 | 20h07

"Declaro que me juntei, a partir deste momento, às fileiras da revolução do povo sírio", disse Fares em vídeo publicado no Facebook. Ele não deu detalhes de onde estava.

(Reportagem de Khaled Yacoub Oweis)

Tudo o que sabemos sobre:
SIRIAEMBAIXADORDESERTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.