Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Emir do Kuwait dissolve parlamento e convoca eleições

Todos os ministros do governo renunciaram queixando-se do parlamento, gerando uma crise política no país

Agência Estado e Associated Press,

19 de março de 2008 | 16h48

O emir do Kuwait dissolveu o Parlamento e convocou eleições antecipadas, durante um pronunciamento à nação feito nesta quarta-feira, 19. "Com o objetivo de preservar a união nacional, eu decidi dissolver o Parlamento e convocar o povo kuwaitiano a eleger una nova legislatura", disse o xeque Sabah Al Ahmed Al Sabah durante o pronunciamento.   A televisão estatal citou pouco depois o ministro Faisal al-Hajji para informar que o pleito será realizado em 17 de maio.   O Kuwait entrou em crise política na segunda-feira, 17, quando todos os 14 ministros de governo apresentaram em conjunto cartas de renúncia ao primeiro-ministro, xeque Nasser Al Mohammed Al Sabah, queixando-se que o Parlamento estaria "interferindo" no trabalho deles e os impedindo de cumprir suas funções.

Tudo o que sabemos sobre:
KuwaitParlamentoeleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.