Emirados Árabes reconhecem representação de rebeldes líbios

Os Emirados Árabes Unidos disseram neste domingo que reconhecem o conselho rebelde líbio como o único representante legítimo do povo líbio, segundo a agência de notícias oficial.

REUTERS

12 de junho de 2011 | 17h44

"A nossa relação com o Conselho Nacional de Transição terá a forma de uma relação entre governos, em todos os temas relacionados à Líbia", disse em comunicado o ministro do Exterior, Abdullah bin Zayed Al Nahayan.

Segundo ele, o país vai abrir um escritório de representação em Benghazi, a capital do movimento rebelde que busca derrubar o líder Muammar Gaddafi, que está há 41 anos no poder.

(Reportagem por Andrew Hammond)

Tudo o que sabemos sobre:
LIBIAEAUBENGHAZI*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.