Encontrados na Cisjordânia corpos de 3 jovens israelenses desaparecidos, diz mídia

As forças de segurança israelenses encontraram nesta segunda-feira os corpos de três adolescentes que desapareceram na Cisjordânia no começo do mês e confirmaram que de fato se trata dos estudantes seminaristas procurados desde 12 de junho, informou a mídia de Israel.

REUTERS

30 de junho de 2014 | 15h24

A TV árabe Al Jazeera também afirmou, citando fontes israelenses, que os corpos tinham sido encontrados e que o gabinete israelense iria manter uma reunião de emergência à noite.

Israel havia acusado o movimento islâmico palestino Hamas, que tem sua base de poder na Faixa de Gaza, de estar por trás do sequestro dos adolescentes. O Hamas não confirmou nem negou o envolvimento.

O governo israelense enviou um grande contingente militar para a Cisjordânia para a busca de Gil-Ad Shaer, o israelense-norte-americano Naftali Fraenkel, ambos de 16 anos, e Eyal Yifrah, de 19 anos. Os três desapareceram perto de um assentamento na Cisjordânia, território sob ocupação de Israel.

As forças israelenses intensificaram uma varredura em cidades e vilarejos palestinos, principalmente na cidade de Hebron e seu entorno, mas depois reduziram drasticamente a operação. Dezenas de membros do Hamas foram presos.

Desde o início da operação israelense de busca e varredura, cerca de 40 foguetes foram disparados da Faixa de Gaza contra Israel, segundo os militares do país.

(Por Ori Lewis)

Mais conteúdo sobre:
ORMEDJOVECORPOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.