Engenheiros turcos são seqüestrados no Afeganistão

Seqüestrados trabalhavam na construção de uma estação de rádio. Governo turco tenta negociar libertação

EFE,

26 de outubro de 2008 | 17h46

Dois engenheiros turcos foram seqüestrados no Afeganistão, confirmou neste domingo o porta-voz do Ministério de Exteriores da Turquia, Burak Ozugergin, à imprensa local. A embaixada turca em Cabul especificou que o seqüestro ocorreu há dois dias na estrada Tani-Host, perto da fronteira com o Paquistão. Aparentemente, os dois cidadãos turcos trabalhavam na construção de uma emissora de rádio na província de Tani e, junto a eles, foi capturado o motorista de ambos. A imprensa turca afirma que um porta-voz do taleban negou a responsabilidade no seqüestro e destacou que o ato foi obra de uma quadrilha de criminosos. Ozugergin assegurou que o Governo turco está em contato com as autoridades afegãs para negociar a libertação dos reféns.

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoSeqüestro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.