'Erro' faz soldados dos EUA matarem seis do Iraque

Segundo Exérdito dos EUA, americanos reagiram a tiros de alerta em posto de checagem iraquiano

BBC Brasil, BBC

03 de setembro de 2008 | 10h21

Militares americanos mataram seis membros das forças de segurança iraquianas nesta quarta-feira, 3, em um episódio que um porta-voz dos Estados Unidos descreveu como um "erro". O incidente ocorreu em um posto de segurança operado conjuntamente pelo Exército e a polícia iraquianos na cidade de Tarmiyah.   Segundo o porta-voz, as forças iraquianas deram tiros de alerta para o ar ao perceber a aproximação de um navio que navegava pelo rio Tigre, inadvertidos de que se tratava de uma embarcação americana. Em resposta, um helicóptero americano lançou um míssil no posto de checagem, matando seis iraquianos e ferindo outros dez.   As Forças Armadas americanas confirmaram que o incidente envolveu uma aeronave da coalizão."É sempre lamentável quando um erro ocorre no campo de batalha", disse um porta-voz americano, acrescentando que uma avaliação das circunstâncias está "sendo realizada".   O incidente vem em um momento delicado das relações entre Estados Unidos e Iraque, que negociam um acordo sobre quanto tempo as tropas americanas devem permanecer no país, e em que bases estas devem operar. No fim do mês passado, o primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki, anunciou que houve um consenso para retirar as tropas estrangeiras do país até 2011. Atualmente, há cerca de 147 mil soldados americanos no Iraque.

Tudo o que sabemos sobre:
IraqueEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.