Erupção vulcânica mata ao menos oito soldados no Iêmen

Vulcão atira lava a centenas de metros em ilha no Mar Vermelho; um militar ainda está desaparecido

Mohammed Ghobari, da Reuters,

01 de outubro de 2007 | 07h46

Uma erupção vulcânica no Iêmen, na costa do Mar Vermelho, atirou lava a uma centena de metros no ar na tarde do último domingo, 30, e pelo menos oito soldados morreram, afirmaram agência de notícias estatal do país e autoridades da Marinha canadense.   A erupção ocorreu em Jazirt Mount al-Tair, uma ilha a 140 quilômetros do Iêmen.   Uma autoridade do Ministério da Defesa afirmou nesta segunda que a parte ocidental da ilha "ruiu" após a erupção. Ele ressaltou que navios realizavam uma busca por nove soldados iemenitas desaparecidos, mas que "pelo menos oito já são tidos como mortos".   O ministro do Petróleo Khaled Mahfoudh Bahah afirmou que a erupção foi precedida por fortes terremotos no domingo.   "Três fortes tremores chacoalharam a ilha (na manhã) de domingo, e chegaram entre 4 e 4.3 graus na escala Richter", disse Jamal al-Shalaan, chefe do Centro de Terremotos do Iêmen.   O Presidente Ali Abdullah Saleh, que sobrevoou a área para observar a situação, pediu para a Marinha do Iêmen enviar equipes de resgates para o local, reportou nesta segunda a agência Saba.   O Iêmem tem uma base militar na ilha desde 1996, por conta do conflito com a Eritréia. A rede de televisão Al-Arabiya informou que "pelo menos 49 soldados foram evacuados da ilha". autoridades militares do país não cofirmaram o dado.

Tudo o que sabemos sobre:
IêmemVulcãoMar Vermelho

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.