Estado Islâmico já controla 40% de cidade curda síria, diz grupo de monitoramento

Estado Islâmico já controla 40% de cidade curda síria, diz grupo de monitoramento

Os combatentes extremistas assumiram todo o controle de uma área em que se situa a administração curda local

REUTERS

10 de outubro de 2014 | 08h59

Combatentes do Estado islâmico avançaram mais fundo nesta sexta-feira na cidade curda síria de Kobani, situada na fronteira com a Turquia, após assumirem todo o controle de uma área em que se situa a administração curda local, disse um grupo que monitora o conflito na Síria.

"Eles tomaram pelo menos 40 por cento (da cidade)", disse por telefone Rami Abdulrahman, que dirige o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, com sede em Londres.

Os militantes do Estado islâmico controlam agora quase totalmente o "quarteirão da área de segurança", sede dos edifícios da administração do governo local, disse Abdulrahman.

Mas um oficial militar curdo que está em Kobani, cidade também conhecida como Ayn al-Arab, disse que há confrontos entre militantes do Estado Islâmico e combatentes curdos ao lado de um edifício utilizado pelas forças de segurança curdas, mas negou qualquer avanço importante dos extremistas islâmicos.

De acordo com o oficial Ocalan Iso, vice-chefe das forças curdas, o Estado islâmico ainda está bombardeando o centro da cidade com projéteis de morteiros, o que demonstra que seus combatentes ainda não estenderam seu controle sobre mais de 20 por cento da cidade.

"Há confrontos ferozes e eles estão bombardeando o centro das Kobani de longe", disse ele por telefone.

(Reportagem de Tom Perry)

Tudo o que sabemos sobre:
SIRIAESTADOISLAMICOKOBANI*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.