EUA aceitam retomar diálogo com Irã sobre troca de combustível nuclear

Departamento de Estado espera nova reunião das potências nucleares sobre o impasse

Reuters

28 de julho de 2010 | 17h33

Os Estados Unidos estão dispostos a discutir com o Irã um plano de fornecimento de combustível para um reator de pesquisas médicas em Teerã em troca de parte do urânio pouco enriquecido iraniano, informou o Departamento de Estado norte-americano nesta quarta-feira, 28.

"Nós, obviamente, estamos totalmente preparados para dar continuidade com o Irã nas discussões sobre os detalhes de nossa proposta inicial envolvendo o reator de pesquisas de Teerã... assim como, você sabe, os problemas mais amplos de tentar entender completamente a natureza do programa nuclear do Irã", disse a repórteres o porta-voz do departamento, P.J. Crowley.

"Esperamos ter o mesmo tipo de encontro nas próximas semanas como aquele que tivemos em outubro passado", acrescentou.

Diplomatas sêniores dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) -- Grã-Bretanha, China, França, Rússia e Estados Unidos -- e da Alemanha se encontraram com autoridades iranianas em Genebra, na Suíça, em outubro, para discutir a troca de combustível.

Segundo o acordo proposto, que até agora não deu resultados, o Irã enviaria parte de seu urânio baixamente enriquecido à Rússia e à França para purificá-lo em combustível para um reator que produz isótopos medicinais.

As seis principais potências temem que o Irã esteja usando seu programa de enriquecimento de urânio para desenvolver armas nucleares. Teerã nega e diz que seu objetivo é pacífico.

Tudo o que sabemos sobre:
Irãimpasse nuclearEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.