EUA devem 'iniciar mudança em sua política externa', diz Irã

Assessor de Ahmadinejad critica Obama e diz que duvida de quem toma as decisões americanas

estadão.com.br

11 de agosto de 2010 | 10h38

TEERÃ - O chefe de Estado do presidente do Irã, Esfandiar Rahim Mashaie, disse nesta quarta-feira, 11, que os EUA precisam começar a mudar sua política externa, referindo-se a um dos pontos de apoio do presidente americano, Barack Obama, durante sua campanha eleitoral.

 

As declarações de Mashaie foram transmitidas pela Irna, agência estatal iraniana. Ele disse que Obama e a secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, têm diferenças sobre suas opiniões diplomáticas e que não se sabe quem realmente toma as decisões no país.

 

Sobre as conversas entre os EUA e o Irã, ele disse que o presidente Mahmoud Ahmadinejad já anunciou repetidamente que está pronto para negociar com seu homólogo americano. O chefe de Estado ainda reiterou que as autoridades americanas têm medo de negociar com a República Islâmica na frente da comunidade internacional.

 

Mashaie ainda disse que em relação ao controvertido programa nuclear do Irã, seu país não abandonará seus "direitos inalienáveis assegurados pelo Tratado de Não-Proliferação Nuclear".

Tudo o que sabemos sobre:
IrãEUAdiplomacia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.