EUA devolvem o palácio de Saddam ao Iraque em janeiro

Soldados americanos entregarão aos iraquianos o controle da Zona Verde, de segurança máxima, em Bagdá

Efe,

22 de dezembro de 2008 | 12h40

O Exército americano entregará em janeiro às autoridades iraquianas o controle da denominada Zona Verde e do palácio presidencial do ditador Saddam Hussein, os dois localizados em Bagdá, anunciou nesta segunda-feira, 22, o general Qasem Ata, chefe de Operações do Exército iraquiano. A devolução dos dois enclaves, que constituem o coração da capital iraquiana, significa "o primeiro passo para a aplicação do acordo de segurança entre os dois países", explicou o general Ata em entrevista coletiva convocada em Bagdá. Desde a invasão e posterior ocupação do Iraque, iniciada em março de 2003, o Exército americano utilizou o palácio do ex-ditador iraquiano como quartel-general das forças da coalizão. Além disso, levantou em um de seus edifícios a sede temporária da embaixada americana no Iraque, considerada a maior que os EUA já tiveram. Em torno do palácio cresceu a denominada Zona Verde, um recinto amuralhado e quase impenetrável no qual se concentram instituições governamentais como o Parlamento e o escritório do primeiro-ministro, assim como várias representações diplomáticas. No início de dezembro, EUA e Iraque assinaram um acordo que permitirá às tropas americanas permanecer no Iraque até 2011. O pacto, ratificado há oito dias pelo presidente americano, George W. Bush, e pelo primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki, regulará a presença militar americana depois que, em 31 de dezembro, expirar o mandato concedido às forças ocupantes pelo Conselho de Segurança da ONU.

Tudo o que sabemos sobre:
IraqueEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.