EUA dizem que retirada do Afeganistão começa em 2013

Os Estados Unidos devem conseguir começar a retirada das tropas do Afeganistão em 2013, segundo altos oficiais da OTAN e dos EUA no Afeganistão.

ADAM ENTOUS, REUTERS

28 Novembro 2009 | 17h58

O general do exército Stanley McChrystal deu sua opinião a uma delegação de parlamentares norte-americanos que visitaram Cabul no começo da semana, disseram participantes do encontro no sábado.

A peça central da estratégia é o envio gradual de mais 30 mil soldados americanos para o Afeganistão para manter a segurança nos centros urbanos mais populosos e treinar mais forças de segurança do país.

Autoridades do Pentágono esperam que os membros da OTAN contribuirão com aproximadamente mais 10 mil soldados e oficiais de treinamento para suplementar o aumento da posição americana. Isso levará o total de tropas adicionais para 40 mil, número recomendado por McChrystal para enfrentar o Taliban. A Inglaterra disse que espera que os países ajudem com mais cinco mil soldados além dos que os EUA vão enviar.

McChrystal encountrou-se com a delegação de parlamentares que está visitando o país neste sábado.

"Perguntei a ele: 'Se você tiver esses soldados adicionais, os 40 mil, qual é o momento em que mudamos, em que começamos a retirar nossas tropas?'" disse o deputado republicano Mike Coffman à Reuters. "McChrystal respondeu: 'Em algum momento antes de 2013.'" Autoridades do Pentágono recusaram-se a comentar.

Há agora aproximadamente 68 mil soldados americanos e 42 mil soldados de forças aliadas no Afeganistão.

Mais conteúdo sobre:
ORMED EUA AFEGANISTAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.