EUA e Israel firmam acordo para ampliar escudo antimíssil israelense

Sistema Arrow terá capacidade para destruir artefatos fora da atmosfera e mísseis de longa distância

Reuters,

25 de julho de 2010 | 22h29

JERUSALÉM- Israel e Estados Unidos firmaram um acordo para ampliar a capacidade do sistema antimíssil Arrow, que dará ao país o poder de destruir artefatos fora da atmosfera e destruir mísseis de longa distância. O anúncio foi feito neste domingo, 25, pelo Ministério de Defesa israelense.

 

O Estado judeu, que descreve seu escudo antimísseis como uma defesa contra o Irã, disse que a versão melhorada extinguirá suas defesas aéreas de muitas camadas.

 

O Arrow foi produzido conjuntamente pela estatal Israel Aerospace Industries e empresa americana Boeing Co., e já absorveu cerca de US$ 1 bilhão de fundos diretos dos EUA desde seu início, em 1988.

 

A força israelense disse no ano passado que o Arrow III levaria mais de quatro anos para ficar pronto e dependeria dos recursos dispostos para o projeto.

 

Os Estados Unidos, outras potências ocidentais e Israel suspeitam que o programa nuclear civil iraniano tenha como objetivo construir uma bomba nuclear, o que Teerã nega.

 

Israel, que supostamente tem o único arsenal atômico no Oriente Médio, já insinuou que pode recorrer à força para impedir que o Irã obtenha meios nucleares para ameaçar a existência do Estado judeu.

 

O Irã já ameaçou qualquer ataque a suas instalações com represálias de mísseis de médio alcance a Israel.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.